domingo, 10 de março de 2019

TCC: CRIMINOLOGIA AMBIENTAL

Resultado de imagem para criminologia ambiental

Enraizada na ecologia humana e social, a criminologia ambiental estuda o crime, a criminalidade e a vitimização, sobretudo na forma como estes elementos se relacionam com o lugar, o espaço, e a respetiva interação destes fatores.

REPORTAGENS E ARTIGOS 

1- teorias do crime baseadas na criminologia ambiental
http://www.conseg.pr.gov.br/arquivos2/File/material_didatico/03_Curso_POP_UNIDAVI_CrimonologiaAmbiental_e_suas_teo.pdf

2-Criminologia Ambiental 
http://knoow.net/ciencsociaishuman/sociologia/criminologia-ambiental/

3-O papel da criminologia diante da devastação ambiental
https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rdp/article/viewFile/10405/5822

4- Definição de criminologia ambiental - Criminologia Ambiental 
https://www.studocu.com/pt/document/universidade-do-minho/criminologia-ambiental/outro/definicao-de-criminologia-ambiental/1989133/view

5- GEOGRAFIA DO CRIME E CRIMINOLOGIA AMBIENTAL
http://www.enanpege.ggf.br/2015/anais/arquivos/2/38.pdf

6- NA CRIMINOLOGIA AMBIENTAL
https://docplayer.com.br/5725148-Na-criminologia-ambiental.html

7-criminologia ambiental - Biblioteca Digital de Segurança Pública
https://acervodigital.ssp.go.gov.br/pmgo/bitstream/123456789/351/3/Slide%20-%20AULA%20-%20UN%20II%20-%20Teorias%20Criminais%20e%20Criminologia%20Ambiental%20Aplicadas%20a%20An%C3%A1lise%20Criminal%20

8-análise da criminologia ambiental dos sinistros de trânsito com vítima
http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-temporarias/especiais/55a-legislatura/pl-2741-03-alteracao-do-codigo-de-transito/documentos/audiencias-e-eventos/bruno-telles-presidente-da-associacao-brasileira-de-criminalistica-abc

9- Teoria da criminologia ambiental (TCA) - Olhares interdisciplinares na 
http://segurancapublicainterdisciplinar.blogspot.com/2012/12/teoria-da-criminologia-ambiental-tca.html

10-A Perspetiva da Criminologia Ambiental
https://bdigital.ufp.pt/bitstream/10284/4953/1/PG%20RVV%2027476.pdf

11- Plano de Intervenção e Prevenção: Criminologia Ambiental
https://prezi.com/wrt3jygabnud/plano-de-intervencao-e-prevencao-criminologia-ambiental/

12-Resumo de Criminologia Ambiental
http://materiais.vouserdelegado.com.br/criminologia-ambiental

13-Criminología ambiental y homicidio en la ciudad de Bogotá 
https://journals.openedition.org/revestudsoc/1206





DOCUMENTÁRIOS /FILMES/ AULAS


1- Christiano Gonzaga - Criminologia Ambiental

https://www.youtube.com/watch?v=dNSHwYEqPd8

2- programa sintesis de la criminologia:criminologia ambiental

https://www.youtube.com/watch?v=sZ_ZamE0fME

3-  Criminología Ambiental: Su aplicación en el entorno corporativo

https://www.youtube.com/watch?v=gntBhv7K_Yw

4- Criminología Ambiental. Los recursos naturales un vehículo para las prácticas del crimen organizado

https://www.youtube.com/watch?v=oWoinpwfK6Q

5-Criminologia Prof Gustavo Junqueira Aula 03 e 04

https://www.youtube.com/watch?v=9Qlq3CaaB6M

6-Programa Síntesis de la Criminología La Gestion Ambiental en Chiapas

https://www.youtube.com/watch?v=zNVLoE4EeAc

LIVROS

1-

CRIMINOLOGIA AMBIENTAL

ECOLOGÍA DEL DELITO Y DE LA SEGURIDAD

Criminología Ambiental: Ecología del delito y de la seguridad ofrece una exhaustiva exposición de los tópicos emergentes en esta disciplina. Además de sus desarrollos teóricos, se analizan temas tales como los patrones delictivos asistidos con Sistemas de Información Geográfica, las propuestas más relevantes de análisis geográfico orientadas a la investigación de crímenes seriales, las peculiaridades ambientales de la ciber-criminalidad, o las claves etiológicas del miedo al delito.

2- CRIMINOLOGIA (2018)
 Questões de concursos com gabaritos comentados

A Criminologia é um ramo das Ciências Criminais até então esquecido pelos personagens que atuam no dia-a-dia da persecução penal. Entretanto, não havia momento melhor para esse livro chegar ao conhecimento do público, pois a Criminologia, que já alcançou a autonomia científica há muitas décadas, agora ganha autonomia editalícia, sendo cobrada como disciplina autônoma em vários concursos públicos para as mais variadas carreiras. 

O estudo da Criminologia nunca esteve em um patamar de necessidade primária como está nos dias atuais, na sociedade criminógena em que vivemos. O acesso aos originais da obra permitiu-me constatar que os autores procuram a todo o momento tratar da Criminologia à luz das questões mais atuais, olhando para essa matéria com lentes constitucionais, para que o estudo e a aplicação desse tema seja feito de forma mais adequada aos direitos e garantias fundamentais vigorantes no Estado Democrático de Direito. 

3-Meio Ambiente, Política Criminal e Criminologia.

O livro de Jorge Luiz Bezerra faz uma densa análise da relação entre a deterioração do ambiente em seu sentido mais amplo e as diversas mazelas sociais que vivenciamos. Seu texto está amparado num profundo e ao mesmo tempo moderno conhecimento da legislação e, sobretudo, na observação de exemplos concretos. Mas, corajoso como é, Jorge Luiz não se limita a analisar; faz valentes proposições no que concerne à educação ambiental e oferece medidas concretas de viabilizar economicamente um projeto de reconfiguração ambiental das cidades. Recomendo essa obra a todos aqueles que se interessam pelo futuro da nossa sociedade.Profª. Ana HutzEconomista da LCA Consultores, Mestre em Desenvolvimento Econômico pela UNICAMP e Doutoranda em História Econômica pela USP.Tão claramente exposto por Jorge Luiz neste livro, a teoria das janelas quebradas ensina que o crime floresce na desordem. Negligenciar pequenas falhas pode nos conduzir a incivilidades, implantar a desordem e a violência. Aplicada ao meio ambiente, essa teoria clareia a importância da preservação e da conscientização ambientais para que pequenas falhas não ponham em riscos a saúde e a vida da população.Nesse sentido, podemos agradecer a brilhante contribuição desta publicação que nos mostra o caminho da conscientização ambiental, inclusive de forma simples e lúdica através da “Turma do Guga” que ensina atitudes de precaução e vigilância, tão úteis para que nossas crianças e adolescentes formem uma geração que materializa um futuro sustentável e em paz.Profª. Edivânia ComitreArquiteta, Mestre em Urbanismo pela USP – Campus SP.O Prof. Jorge Luiz Bezerra oferece uma obra de fundamental interesse para os profissionais que atuam na vida pública. Trata-se de um material indispensável a todos que militam na área ambiental e docentes que ministram a cadeira nas faculdades de Direito do País. Constitui guia seguro para os profissionais da área jurídica que atuam neste campo.Antônio Raimundo Mendonça RennóPós-graduado em Direito Ambiental.Ex-Secretário Municipal de Meio Ambiente.Atual Secretário Municipal de Obras da Prefeitura Municipal de Itajubá.


4- Criminologia Genética - Perspectivas e Perigos



As recentes descobertas relativas à genética e sua aplicação aos seres humanos, especialmente no que se refere à conduta, podem ensejar profundas discussões acerca das inúmeras possibilidades de aplicação nos mais diversos ramos do saber e da atividade humana. Uma dessas questões versa sobre o potencial do conhecimento genético no estudo do crime e do criminoso. É preciso saber o que se “pode” fazer com esse novo poder, mas principalmente o que se “deve” fazer com ele, quais as potencialidades e os perigos da formulação de uma Criminologia Genética? Procurar-se-á demonstrar neste trabalho as reais possibilidades que a genética descortina ante a questão criminológica. Afinal, há realmente “genes criminosos ou anti-sociais”? Pode-se pensar em uma espécie de ressocialização ou socialização genética? A manipulação genética pode ser um meio eficaz de prevenção/repressão criminal? 
O tema é atual e controverso, representando um dos desafios bioéticos do presente e do futuro próximo, de modo que ninguém deve ficar alheio a essa problemática combinação entre a Criminologia e a Genética, tendo em vista as conseqüências que podem ser promissoras ou devastadoras, tudo dependendo do rumo a ser dado às pesquisas e aplicações desse poderoso conhecimento.

5- Justiça paralela: criminologia crítica, pluralismo jurídico e (sub) cidadania em uma favela do Rio de Janeiro
Livro por José Maria Terra e Thiago Fabres de Carvalho


A premissa inicial deste trabalho consiste na percepção empírica da existência de um contexto de efetivo pluralismo jurídico no cenário da Favela de Matrix, em especial, a percepção do desenvolvimento de uma concepção distinta de cidadania, concorrente e oposta à cidadania estatal, fundada nos pressupostos filosóficos e políticos do direito moderno. Trata-se, sobretudo, de demonstrar as ranhuras existentes entre estes dois modos de produção de cidadania e juridicidade, pretendendo destacar os processos de interpenetração de legalidades entre estas duas realidades, a fim de afastar os fetiches espectrais, construídos ideologicamente e reproduzidos de forma avassaladora pela linguagem dominante dos meios de comunicação de massa, do “crime organizado” e do “Estado paralelo”. Nesse sentido, impõe-se a compreensão de que não se trata de um apartamento absoluto, mas sim de uma imbricação de lógicas complexas de construção de sentidos da cidadania, na qual a violência muitas vezes aparece com o meio de expressão.



  • Equipe Grupo Ciências Criminais. 

  • Faça seu pedido pelo nosso instagram @criminais

sexta-feira, 8 de março de 2019

TCC: HOMOFOBIA E O CRIME DE RACISMO

Resultado de imagem para HOMOFOBIA

Homofobia significa aversão irreprimívelrepugnânciamedo, ódiopreconceito que algumas pessoas, ou grupos nutrem contra os homossexuais, lésbicas, bissexuais e transexuais.
Em alguns casos, aqueles que guardam estes sentimentos não definiram completamente a sua identidade sexual, gerando dúvidas e revolta, que são transferidas para aqueles que já aceitaram as suas preferências sexuais.
Etimologicamente, a palavra "homofobia" é composta por dois termos distintos: homo, o prefixo de homossexual; e o grego phobos, que significa "medo", "aversão" ou "fobia". O indivíduo que pratica a homofobia é chamado de homofóbico
A homofobia pode ter causas culturais e religiosas. Por exemplo, alguns católicos, protestantes, judeus, muçulmanos, e fundamentalistas assumem tendências homofóbicas. Apesar disso, mesmo entre estes grupos existem aqueles que defendem e apoiam os direitos dos homossexuais, lésbicas e simpatizantes. No entanto, em pleno século XXI, alguns países aplicam até mesmo pena de morte como condenação para quem é homossexual.
HOMOFOBIA E O CRIME DE RACISMO 

REPORTAGENS E ARTIGOS 

1- Para PGR, homofobia pode ser considerada crime de racismo
https://mpf.jusbrasil.com.br/noticias/203280057/para-pgr-homofobia-pode-ser-considerada-crime-de-racismo

2- Conheça a Lei para Homofobia 
https://new.safernet.org.br/content/conhe%C3%A7a-lei-para-homofobia

3-Homofobia: preconceito, violência e crimes de ódio 
https://vestibular.uol.com.br/resumo-das-disciplinas/atualidades/homofobia-preconceito-violencia-e-crimes-de-odio.htm

4- Sob pressão da bancada evangélica, Supremo decide se homofobia
https://www.cartacapital.com.br/diversidade/sob-pressao-da-bancada-evangelica-supremo-decide-se-homofobia-e-crime/

5-Quatro ministros do STF votam para enquadrar homofobia como crime
https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2019/02/21/quatro-ministros-do-stf-votam-para-enquadrar-homofobia-como-crime-de-racismo.ghtml

6- STF debate criminalização da homofobia: saiba o que está em jogo
https://www.bbc.com/portuguese/brasil-47206924

7-Relator do STF propõe aplicar Lei do Racismo a crimes de homofobia
https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2019/02/20/homofobia-e-um-tipo-de-racismo-defende-ministro-do-stf-celso-de-mello.htm

8-Decano do STF vota por enquadrar homofobia como crime de racismo
https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2019/02/decano-do-stf-vota-por-enquadrar-homofobia-como-crime-de-racismo.shtml

9- Conflito entre os Poderes: pode o Supremo criar o crime de homofobia?
https://www.jota.info/opiniao-e-analise/artigos/conflito-entre-os-poderes-pode-o-supremo-criar-o-crime-de-homofobia-12022019

10-O combate à homofobia no Brasil e no mundo
O combate à homofobia no Brasil e no mundo

11-Homofobia
https://www.infoescola.com/psicologia/homofobia/

12-O que é homofobia: origem do termo e a questão
https://brasilescola.uol.com.br/psicologia/homofobia.htm

13-Redação: Homofobia em questão no Brasil 
https://www.imaginie.com.br/redacao-homofobia-em-questao-no-brasil/

14- O que é homofobia?
https://www.politize.com.br/homofobia-o-que-e/

15-Homofobia não é crime
https://nnadiamarinho87.jusbrasil.com.br/artigos/395697903/homofobia-nao-e-crime




DOCUMENTÁRIOS /FILMES/ AULAS

1- POR QUE CRIMINALIZAR A HOMOFOBIA (E se fosse com você?) - Põe na Roda
https://www.youtube.com/watch?v=KXYtmju2mkw
2- PRECONCEITOS #4 HOMOFOBIA/TRANSFOBIA
https://www.youtube.com/watch?v=sXcp2rMHC8o
3- Fantástico - Homofobia no Brasil 19/06
https://www.youtube.com/watch?v=kIz978KxsqY
4- Ao Vivo STF decide sobre a CRIMINALIZAÇÃO da HOMOFOBIA
https://www.youtube.com/watch?v=yNstqnL6e-g
5-TUDO VAI FICAR BEM | Documentário LGBTQ
https://www.youtube.com/watch?v=rRcEQ5T2xgw
6- Conexão Repórter (05/04/15) - As Raízes da Homofobia
https://www.youtube.com/watch?v=5cK4jfYmKQA
7- Homofobia, até quando? (Caminhos da Reportagem)
https://www.youtube.com/watch?v=gNgNUF8Hjvs
8- A Liga - Homofobia nos Presídios - Parte 1 - 19/07/2016
https://www.youtube.com/watch?v=_6PjHyx5TRI
9- A Liga - Homofobia nos Presídios - Parte 2 - 19/07/2016
https://www.youtube.com/watch?v=afsbRL5HVH8
10-DOCUMENTÁRIO FAVELA GAY COMPLETO
https://www.youtube.com/watch?v=4gjjXLvhOXo


LIVROS

1- Homossexualidade e Preconceito (2010) – Alessandra Fleury e Ana Torres
O livro relata uma interessante pesquisa feita com estudantes de pós-graduações em recursos humanos. A intenção é explicitar como pensam no tema os futuros gestores de pessoas. As autoras demonstram, por meio da investigação, como o preconceito é arraigado e aparece de forma sutil, sendo necessária uma ampla discussão sobre a homofobia no ambiente de trabalho.

2- Homofobia Para Além Das Aparências (2016) – Marcelo Martins Rezende
Além de trazer um pouco da história do preconceito com relação aos homossexuais desde os primórdios da humanidade, Homofobia para Além das Aparências conta com relatos de pessoas que enfrentaram o problema de perto, na escola, na família e em outros ambientes.
3-  Homofobia: Identificar e Prevenir (2015) – Jaqueline Gomes
Mais um dos recentes livros sobre homofobia, Homofobia: Identificar e Prevenir traz informações científicas sobre o assunto e aborda também preconceitos específicos, como a lesbofobia, transfobia e a bifobia. Para a autora, que é psicóloga, essas discriminações são diferentes e precisam ser assim enxergadas. A obra é voltada principalmente para orientar professores e educadores no tema.

4- Homofobia – História e Crítica de um Preconceito (2010) – Daniel Borillo
Ao dar um panorama geral sobre a questão da homofobia – uma manifestação que considera o outro como inferior ou anormal, no caso, por causa de sua sexualidade – o autor propõe que a homossexualidade deve ser entendida como tão legítima quanto a heterossexualidade. A obra oferece uma espécie de balanço sobre a situação atual da homofobia, não se tratando de um estudo específico a partir de alguma disciplina teórica.

5-  Homofobia no ambiente educacional (2015) – Toni Reis


Todos conhecemos casos de homofobia em quaisquer ambientes educacionais. A proposta dessa obra é discutir esses casos e  mostrar o que pode ser feito para que haja mais tolerância à diversidade sexual nesse contexto. Uma boa pedida para estudos em educação.

6-  Jornalismo, homofobia e relações de gênero (2012) – Carlos Alberto de Carvalho
Dentre os livros sobre homofobia citados nesta lista, este é um dos que fala sobre a relação da mídia com o tema. O autor discute como os meios de comunicação formam o entendimento do público sobre a diversidade sexual, seja relatando paradas e eventos LGBT ou mesmo noticiando crimes relacionados à homofobia.

7- Homossexualidade e Família – Novas Estruturas (2009) – Félix Sanchez
Este livro aborda as relações familiares com relação à homossexualidade, explicando as novas estruturas que surgem e precisam ser compreendidas. Além disso, o autor traz a fundamentação dos direitos das pessoas homossexuais, trazendo conhecimento a fim de vencer falsas crenças sobre o tema.

8- Diversidade sexual como direito fundamental (2015) – Izabel Rosa Moreira
A obra fala sobre a necessidade da inclusão da diversidade sexual como direito fundamental de todo cidadão. Ao analisar ações dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo no Brasil , a autora busca entender o papel de cada um deles na construção de uma sociedade mais justa e livre de homofobia.

9- Homotransfobia e direitos sexuais: debates e embates contemporâneos
Este volume da Série Cadernos da Diversidade trata da temática da homotransfobia e dos direitos sexuais no Brasil. Na primeira parte do livro, organizada pelo professor doutor Alexandre Bahia, são apresentadas diferentes contribuições para o debate sobre a omissão inconstitucional e o papel do Supremo Tribunal Federal na Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) n. 26, relativa à tramitação do projeto de lei para a tipificação e a criminalização das condutas de homofobia e de transfobia. A segunda parte traz a importante contribuição do desembargador federal Roger Raupp Rios, que traça um panorama histórico e sociológico sobre os temas da orientação sexual e da identidade de gênero a partir da perspectiva do Direito. Um livro necessário, em especial, num contexto em que os movimentos sociais e os Direitos Humanos vêm sendo alvos de golpes e retrocessos.

10- Não Criminalização da Homofobia
Resultado de imagem para Não Criminalização da Homofobia - 1ª Edição LIVRO
O Brasil é apontado como um dos líderes do ranking de países com elevado índice de crimes homofóbicos contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais - LGBT -, frente a estes resultados, os movimentos sociais LGBT vêm, nos últimos anos, reivindicando que seja criminalizada a homofobia no Brasil. A pesquisa realizada neste livro se propõe a responder o seguinte problema: se há a partir dos movimentos sociais LGBT e da repercussão na mídia e redes sociais, a necessidade de contingenciamento jurídico-penal visando estabelecer maior punição aos autores desse tipo de delito? Todavia, segundo esclarece a autora, não basta o reclame social para promover a alteração do Direito Penal, é fundamental que se discutam medidas alternativas adequadas que não necessariamente a geração de novos tipos penais. Reconhece a legitimidade da comunidade LGBT em cobrar pelo reconhecimento e novos direitos. No entanto, é preciso ter o cuidado de não transformar o entusiasmo pela tomada de uma decisão em busca da sensação de segurança, de proteção.

  • E mais uma dica maravilhosa: A Professora Amanda @mandytacorrige faz revisão textual de teses de graduação, mestradodoutorado e artigos. Revisão textual.(Monografia/TCC), Redação - Redação ENEM, Redação Inglês para Todos os Níveis, Tradução para e do InglêsInglês - Português. A professora da dicas diárias de Português e Inglês no instagram. 


  • Equipe Grupo Ciências Criminais. 

  • Faça seu pedido pelo nosso instagram @criminais